Principais Características

  • Origem: Inglaterra, França e Estados Unidos
  • Altura: 25 cm a 35 cm
  • Peso: 8 a 14 kg
  • Pelo: curto, macio, brilhante     Cor: branco, fulvo, tigrado, tigrado e branco, preto, preto e branco, cinza.
  • Função original: cão rateiro, cão de companhia

Origem e história da raça

Para conhecermos melhor este pequeno cãopanheiro, com aparência distinta e orelhas semelhantes a um morcego, é preciso viajarmos até a Grã-Bretanha e relembrarmos o inconfundível Bulldog Inglês – um gladiador no passado e um cão de companhia no presente.

O Bulldog terá sido criado para participar na atividade de bullbating e, como tal, a sua estrutura e aparência teria de respeitar algumas exigências. Geralmente, as crias mais pequenas da ninhada, que não atingiam os requisitos esperados pelos amantes da prática, eram rejeitadas e adotadas por terceiros como cães de companhia.

Devido à impactante revolução industrial, muitos operários viajaram para França na esperança de encontrarem melhores condições de vida. Muitos destes operários tinham em sua posse estes mesmos exemplares, levando-os consigo para terras francesas.

Em França, estas miniaturas de bulldogs foram um sucesso e rapidamente se tornaram alvo de cruzamentos com terriers, para se obter um exemplar ainda mais pequeno, de focinho achatado, com a habilidade de caçar ratos e ser um excelente cão de companhia.

Esta peculiar raça despertou também o interesse dos americanos e foi vista pela primeira vez num espetáculo de canicultura em 1896.

É importante salientar que esta raça é rara e que a mesma é criada propositadamente com deformidades, de forma a atingir o aspeto pretendido. Estas mesmas singularidades irão ter um impacto bastante negativo na vida destes cães, conduzindo, por exemplo, a problemas respiratórios e cardíacos.

Temperamento do Bulldog Francês

Robusto, pequeno e musculado, o frenchie conquistou, ao longo dos anos, adeptos no mundo inteiro. Enquanto cachorros são bastante energéticos e curiosos, mas na fase adulta tornam-se mais calmos e adoram enroscar-se com os donos no sofá.

Conhecidos pela sua boa disposição, geralmente dão-se bem com outros animais, crianças e pessoas. Contudo, uma vez que são cães que procuram constantemente a atenção dos donos, estes podem tornar-se mimados e ciumentos e apresentar comportamentos territoriais na presença de outros animais ou mesmo pessoas.

Inteligentes e obstinados, aprendem com facilidade, mas não são os cães ideais para competições de obediência, pois olham para o treino como uma brincadeira, ou seja, são um pouco instáveis no que diz respeito a este tipo de treino, dado que o seu principal foco é divertirem-se.

Devido às conhecidas deformidades, é importante referir que o bulldog francês ressona bastante, baba-se, sofre de flatulência e problemas respiratórios.

São leais e muito protetores da família, como tal, são bons cães de guarda, pois estão sempre em modo alerta e rapidamente alertam os donos para alguma invulgaridade. Não ladram sem razão aparente.

Como Cuidar de um Bulldog Francês

Quem tem um frenchie sabe certamente que a sua disposição é contagiante e que está sempre preparado para brincar com a sua família. Adapta-se facilmente a uma vida em apartamento ou numa casa, todavia se pensa em deixar o seu cão no quintal, esta não é de todo a raça que procura.

Ter um bulldog francês implica ter alguns cuidados extras, nomeadamente certificar-se que faz o devido exercício físico, sem cansá-lo demasiado, devido aos problemas respiratórios, assim como evitar a sua exposição a temperaturas demasiado frias ou quentes, uma vez que são muito sensíveis às mesmas.

Tal como sucede com outras raças, os bulldogs franceses devem ser expostos desde cedo a vários ambientes, pessoas e animais, para que possa tornar-se um cãopanheiro equilibrado e calmo. É, sem dúvida, um exemplar obstinado, tornando, por vezes, o treino desafiante.

Contudo, a melhor forma de ser bem-sucedido é através do reforço positivo, num tom firme, calmo e alegre, dado que são bastante sensíveis.

Têm o pelo curto e brilhante, de várias tonalidades. O mesmo cai com alguma frequência, logo deve ser escovado com alguma regularidade, de forma a mantê-lo limpo e evitar problemas dermatológicos.

Outros cuidados como o corte das unhas, banho e limpeza dos ouvidos deve ser feito desde cedo e regularmente, para que rapidamente se habituem a estes procedimentos, tornando-se parte natural da sua rotina.

Saúde do Bulldog Francês

Principais Preocupações: problemas respiratórios e cardíacos

Vistos ocasionalmente: displasia da anca, alergias, luxação patelar, problemas na coluna vertebral, problemas oculares, otites externas, infeções dermatológicos

Exames Sugeridos: respiratórios, cardíacos e dermatológicos

Esperança média de Vida: 10-14 anos