Principais Características

  • Origem: Médio Oriente
  • Altura: Machos – 62 cm a 70 cm                 Fêmeas – 60 cm a 68 cm
  • Peso: Machos – 25 kg a 30kg                        Fêmeas – 25 kg a 30 kg
  • Pelo: curto, macio                                            Cor: bege, preto, vermelho, azul, cinza ou branco
  • Função original: cão de caça, cão de corrida

Origem e história da raça

A origem deste exemplar majestoso e elegante não é clara, mas sabemos que é uma das raças mais antigas do mundo e que os seus descendentes surgiram retratados em artefactos egípcios há 8 mil anos atrás.

Chegam ao continente europeu ainda na Idade Média, e devido à sua graciosidade e habilidade para detetar presas a longas distâncias e persegui-las velozmente, tornaram-se muito populares, em particular entre a realeza em Inglaterra, onde a caça era uma atividade muito apreciada.

Mais tarde, viajam até ao continente Americano pela mão de colonos britânicos e exploradores espanhóis, encantando também os demais devido às características referidas anteriormente, sendo reconhecido pelo AKC em 1885.

Apesar de ter sido primeiramente utilizado como cão de caça durante milhares de anos, devido à sua velocidade, os criadores e apreciadores da raça procuraram explorar esta qualidade, e aprimorá-lo para se tornar um excelente cão de corrida.

Contudo, esta prática, ainda popular em muitos países, tem-se tornado bastante controversa, uma vez que estes magníficos exemplares são, na maioria das vezes, abandonados ou mesmo mortos de forma cruel, quando já não têm utilidade nas corridas.

Atualmente, existem inúmeras associações que resgatam galgos nestas situações, reabilitando-os, para que depois possam ser adotados e apreciados devidamente.

Temperamento do Galgo

Graciosos e atléticos, os galgos são cães muito sensíveis. Como tal, adequam-se melhor a ambientes familiares mais tranquilos e pouco ruidosos, uma vez que o contrário deixará o seu cão muito ansioso, podendo até provocar graves problemas digestivos ou nervosos.

São companheiros calmos, bastante cuidadosos e gostam da companhia dos seus donos, sem exigirem muita atenção. Dão-se bem em apartamentos, desde que façam o devido exercício diário.

Uma vez que ao longo dos anos foram criados para participarem em corridas, por norma não são agressivos para com outros animais. Todavia, poderão ver animais de porte pequeno como presas e persegui-los. Desta forma, é importante supervisionar ou evitar o contacto com animais que se enquadrem nestas características.

São dóceis e pacientes e dão-se bem com crianças, mas devido à sua sensibilidade, são animais mais adequados a famílias com crianças mais velhas.

Como Cuidar de um Galgo

Ironicamente, apesar de ser conhecido pela sua velocidade, uma das atividades preferidas deste patudo é dormir. Adoram enroscar-se juntos aos donos e passar longas horas a descansar.

Isso não significa que não precisam de exercício físico. Precisam, mas não em demasia. O Galgo é um cão de velocidade e não de resistência, ou seja, precisa dos habituais passeios diários e de algumas corridas por semana, num espaço devidamente vedado, para que não fuja ou persiga outros animais de porte pequeno.

Precisa, tal como todos os outros cães, de treino e socialização, em particular se for um cão adulto resgatado da prática de corrida de galgos. Estes foram criados somente com esse propósito, logo não lhes foram ensinadas regras básicas de bom comportamento e obediência, nem foram expostos a diferentes ambientes, pessoas e animais.

Consequentemente é importante reforçar o treino nestas circunstâncias, para que não se tornem tímidos e assustados. O treino deve ser consistente e firme, mas nunca de forma dura devido à sua sensibilidade. A recompensa positiva é particularmente relevante nesta raça.

Não se dão bem em climas frios, portanto devem mantê-los quentes ou evitar expô-los a passeios diários em períodos do dia em que esteja muito frio.

No que diz respeito ao pelo, este requer pouca manutenção. Perde pouco pelo e deve ser escovado semanalmente de forma a reduzir a queda do mesmo e mantê-lo brilhante e limpo. Os banhos, como é habitual, devem ser esporádicos.

É importante verificar e limparas orelhas, prevenindo otites, assim como lavar os dentes, visto que é comum sofrerem de problemas dentários. Não menos importante é o corte das unhas. Se habituados desde cedo a estes procedimentos de limpeza, será mais fácil aplicá-los na idade adulta, podendo assim evitar situações tensas para si e para o seu cão, assim como problemas de saúde.

Saúde do Galgo

Principais Preocupações: problemas gástricos

Vistos ocasionalmente: displasia da anca e cotovelo, sensíveis à anestesia

Exames Sugeridos: gastro intestinais

Esperança média de Vida: 10-15 anos