Principais Características

  • Origem: Inglaterra
  • Altura: 37 -40cm
  • Peso: 6-8 Kg
  • Pelo: pelo liso e pelo cerdoso
  • Função original: cão de caça

Origem e história da raça

Os exemplares desta raça viram a sua origem em Inglaterra, no século XVII, possivelmente a partir do cruzamento entre galgos ingleses, dachshunds, foxhounds e beagles, uma vez que não há consenso neste ponto.

O seu nome, Fox, transporta-nos ao seu propósito e função inicial que era auxiliar os Foxhounds na caça à raposa, forçando-as a sair da toca, uma vez que o seu porte assim permitia, para que estas fossem posteriormente capturadas pelos caçadores.

A raça apresenta duas variedades, que por sua vez descendem de raças diferentes. O Fox Terrier de pelo liso, mais comum nos círculos de caça e de exposição e o Fox Terrier de pelo cerdoso, atualmente mais popular como cão de companhia.

Em 1876 com a criação do clube Fox Terrier, foi criado um escalão para distinguir as duas variedades. Estes podem apresentar várias combinações de cores como branco, branco e castanho, branco e preto ou branco, preto e castanho.

Considerado muito útil como caçador, o Fox Terrier ajudava também no extermínio de roedores. A sua primeira aparição num espetáculo foi em 1862 em Londres e no início do século XIX surge como uma das raças mais populares em toda a Grã-Bretanha.

Em meados do século XX foram importados para os Estados Unidos, depois da Primeira Guerra, observando-se nessa fase um declínio na sua popularidade, uma vez que outras variedades de terrier ganharam destaque.

Temperamento do Fox Terrier

O eterno Milu do famoso detetive Tintim é independente, destemido e bastante ativo. Adora o espaço exterior e uma das suas atividades preferidas é, sem dúvida, correr e perseguir bolas.

Dada a sua natureza impulsiva e curiosa, é aconselhável passeá-los de trela, ou em espaços controlados, pois têm tendência para perseguir animais de porte pequeno ou objetos que despertem a sua curiosidade.

Podem ser um pouco mal-humorados, obstinados e agressivos para com outros animais. Como tal, é importante que sejam expostos desde muito cedo a um treino de obediência de forma a controlar o seu temperamento dominante, especialmente se tiverem outros animais de estimação.

Extremamente leais para com a sua família, são excelentes cães de guarda, bastante atentos a todos os sinais e muito desconfiados na presença de estranhos. Têm tendência para ladrar bastante, o que pode incomodar terceiros, em particular os vizinhos.

Como cuidar de um Fox Terrier

Apesar do seu porte médio-pequeno, este exemplar do grupo terrier requer bastante estímulo físico e mental. Consequentemente, o ideal será encontrar uma família igualmente ativa, que lhe ofereça o equilíbrio que ele necessita.

Adapta-se bem a uma vida em apartamento, desde que seja devidamente exercitado. É crucial desafiá-lo regularmente com novas atividades que satisfaçam a sua necessidade de correr, perseguir e explorar.

Desta forma, irá direcionar o seu foco para algo específico, evitando que tenha comportamentos destrutivos, em particular quando se encontra sozinho em casa.

Caso tenha um espaço exterior, certifique-se que está bem vedado, dado que estes exemplares são conhecidos pela sua tenacidade e tentativas de fuga.

Apesar de perderem pouco pelo, manter o mesmo saudável e brilhante requer também cuidados especiais. O Fox Terrier de pelo liso, deve ser escovado algumas vezes por semana, de forma a manter o pelo limpo e os banhos devem ser esporádicos.

Por sua vez, Fox Terrier de pelo cerdoso apresenta um revestimento extremamente denso e deve ser tosquiado com uma faca especial e não uma tesoura, que permite puxar o pelo morto, sem comprometer a aparência do cão.

Saúde do Fox Terrier

Principais Preocupações: Nenhuma

Vistos ocasionalmente: surdez, displasia da anca, cataratas, problemas dermatológicos

Exames Sugeridos: ouvidos, ossos, olhos

Esperança média de Vida: 12-15 anos