Bichon Maltês

Principais Características

  • Origem: Malta
  • Altura: 22-25 cm
  • Peso: 3-4 kg
  • Pelo: comprido e denso
  • Função original: cão de companhia; cão de colo

 

Origem e história da raça

O cão maltês é conhecido por ser a mais antiga raça toy da Europa, assim como uma das raças mais antigas do mundo.

Uma das primeiras referências documentais surge no ano 300 A.C e mais tarde, a partir do século V é possível encontrar vestígios do cão Maltês na arte grega. Existem, inclusive, dados referindo que foram construídos túmulos em sua homenagem.

Apesar de estes serem exportados e distribuídos pela Europa e Ásia, uma vez que a ilha de Malta era um importante porto comercial, os cães desta zona em particular permaneceram isolados dos outros, dando assim origem a um cão único durante séculos.

Uma das características principais desta raça é o pelo macio, longo e branco. Contudo, os primeiros malteses apresentavam também outras tonalidades.

No século XIV, chegam a Inglaterra e tornam-se os animais de estimação de eleição das damas da sociedade, devido à sua beleza e porte pequeno. Nesta época, eram conhecidos como Maltês Terrier, apesar de não terem antepassados terrier nem apresentarem características dessa mesma raça.

Ganham ainda mais projeção em terras de sua Majestade, ao serem oferecidos à Rainha Vitória. São retratados por escritores e até pintores que sugeriram através de uma pintura no século XIX (“O Cão-Leão de Malta, Último da Raça”)  que esta raça poderia ter estado em risco de extinção.

No final do século XIX, foram apresentados como “ cães – leão maltês” na América, designação que pode provir do corte dado ao pelo, por parte dos criadores, de forma a torná-los semelhantes a leões. Foi finalmente reconhecido pelo AKC ( American Kennel Club) em 1888 e atualmente é um das raças toy mais populares.

Temperamento do Maltês

Gentil, dócil e afetuoso, o cão maltês é o perfeito cão de colo! Contudo, este pequeno toy tem também um lado bastante ativo. É corajoso, inteligente, brincalhão, vivaz e adora correr. Por vezes, mostra-se um pouco rabugento e refilão, desafiando inclusive cães de porte grande.

Como cuidar de um Maltês

Sendo um cão de porte pequeno, brincadeiras dentro de casa, no quintal ou passeios de trela na rua, serão suficientes para mantê-lo ativo e satisfeito. É claramente um cão de casa. Consequentemente, não deverá passar grandes períodos no exterior, como por exemplo no quintal. O seu pelo requer alguma atenção e, por isso, deve ser penteado diariamente e aparado, para preservar a sua cor, brilho e higiene.

Saúde do Maltês

Principais Preocupações: nenhuma

Vistos ocasionalmente: surdez, hipoglicemia

Exames Sugeridos: joelhos, olhos

Esperança média de Vida: 12-14 anos