Cão de Pastor Alemão

O Pastor Alemão é uma das três raças mais inteligentes do mundo. Não é à toa que foi estrela de diversos filmes e seriados e é uma das raças preferidas por quem deseja um excelente cão de guarda.

Cão do Grupo I

Família: pastoreio, pecuária
Área de origem: Alemanha
Função Original: pastor de ovelhas, cão de guarda, cão policial.
Tamanho médio do macho: Alt: 60-66 cm, Peso: 34-43 kg
Tamanho médio da fêmea: Alt: 55-60 cm, Peso: 34-43 kg
Outros nomes: Alsaciano, Deutscher schaferhund.

Tonalidades cromáticas:

Bi-color

Dourado

Red ou Sable

Branco (retirado do grupo dos pastores alemães e dado o nome de Pastor Branco Suiço)

Negro – Preto

Lobeiro

A Origem e História da Raça

Apesar de sua aparência lembrar um lobo, o Pastor Alemão é uma raça criada recentemente e, contrariando a crença popular, ele é próximo do lobo como qualquer outra raça de cães. A raça é produto de um esforço consciente para gerar o cão o mais perfeito possível, dentro de determinadas características e objetivos, sendo esta raça capaz de pastorear e proteger o rebanho.

Talvez nenhuma outra raça tenha envolvido tanto  e tido tantos esforços para aprimorar um cão, embora sem sempre bem conseguidos.

Os criadores tentavam desenvolver não apenas um cão de pastoreio, mas também que se destacasse em trabalhos que exigissem coragem, atletismo e inteligência. Em pouco tempo, o Pastor Alemão provou ser um cão usado pela polícia e a criação seguinte aperfeiçoou habilidades de um companheiro e cão de guarda inteligente e corajoso.

Durante a Primeira Guerra Mundial, ele foi a opção mais usada na guerra. Na mesma época, os britânicos alteraram o nome para Lobo da Alsácia.

O maior boom na popularidade do pastor aconteceu por causa de dois cães, ambos do cinema: Strongheart e Rin Tin Tin. O Pastor Alemão foi o número um em popularidade na América por muitos anos.

Apesar de hoje em dia ele ter caído da primeira posição, o Pastor Alemão continua a ser um dos cães mais versáteis já criados, servindo como cão de polícia, cão de guerra, cão guia, cão de busca e salvamento, detector de drogas e explosivos, cão de exposição, cão de guarda, animal de estimação e até pastor.

Temperamento do Pastor Alemão

Pastor Alemão um dos cães mais inteligentes e é muito dedicado à sua missão. É uma raça muito versátil, leal e fiel aos donos. Por norma, da-se bem com outros animais domésticos.

Eles são cães calmos e ficam ainda mais calmos depois de adultos, com 2 anos de idade. Não é um cão medroso, adora receber carinho e elogios da família. É um cão vigilante e alerta e pode ser um pouco reservado com estranhos.

Se não deseja tê-lo para guarda, este deve, desde cedo, ser habituado à presença de visitas e pessoas que ele não conheça. Importante acostumarem desde cedo à presença de crianças e pessoas mais velhas.

É muito atento e tem um olfato invejável, por isso é muito usado pela polícia.

É uma raça muito fácil de ensinar truques, comandos, obediência básica e avançada e tudo que for necessário. Estão sempre dispostos a aprender e adoram agradar seus donos.

Como cuidar de um Pastor Alemão

Esta raça precisa de desafios mentais e físicos todos os dias. Ele adora longos exercícios e aulas de treino. Ele é ligado à família.  O pelo precisa ser escovado uma a duas vezes por semana.

Precisa descarregar a energia fisica e mental, não é recomendado para ficar preso em canis ou confinado em apartamentos. Gosta de grandes quintais e espaços onde possa correr e se exercitar sem limites.

Estimular a mente desse cão também é fundamental, por isso é muito importante ensinar-lhe truques e comandos.

Saúde do Pastor Alemão

A raça infelizmente tornou-se muito popular e foi criada em excesso. As pessoas começaram a cruzar cães sem fazer exames de saúde, e por isso os problemas aumentaram com o passar do tempo.

É muito difícil, hoje, ver um Pastor Alemão sem displasia coxofemural.

Outros problemas comuns do Pastor Alemão são torção de estômago e epilepsia.

Resumo

O Pastor Alemão tornou-se popular pela sua cumplicidade, disponibilidade, prontidão, equilíbrio, capacidade de aprendizagem, versatilidade e valentia, qualidades Que hoje é difícil encontrar nos exemplares criados.

Convém não esquecer que uma raça de trabalho não se define somente pelo exterior e beleza, distingue-se sim, pelo seu comportamento, comportamento que garante a aprovação nas tarefas para as quais foi criada.

 

2018-12-03T18:30:20+00:00Novembro 26th, 2018|Curiosidades|0 Comments

Leave A Comment