OBJETOS de TROCA

Brinquedos e comidaOBJETOS de TROCA

Podemos utilizar como recompensa inúmeros artifícios, sendo os mais vantajosos aqueles já habitualmente considerados distração para o seu cão, nomeadamente brinquedos, passeios a pé ou de carro, entre outros.

Tomemos como exemplo o passeio de carro. Caso o cão esteja demasiado excitado com a possibilidade de ir passear e puxe constantemente a trela, deve ordená-lo que se sente, deite e espere.

Só depois de este obedecer ao comando, é que devemos recompensá-lo com o passeio. Ou seja, em troca do bom comportamento, irá passear.

Todavia, nem todas as recompensas funcionam da mesma forma, pois podem ser condicionadas por outros fatores externos. Por exemplo, alguns reforços podem funcionar bem no seu quintal ou em casa, mas não num espaço amplo como um parque, onde ele se encontra solto e exposto a outras distrações.

Desta forma, para que obedeça aos comandos e se mantenha focado no que desejamos, é necessário oferecer-lhe algo mais estimulante e interessante.

Os petiscos são por norma o reforço universal, uma vez que são poucos os cães que não os adoram. Consequentemente, ao ensinarmos o cão a seguir a mão com comida, conseguimos que ele se foque em nós e não no ambiente que o rodeia.

Se usarmos brinquedos como recompensas, temos de ensinar o cão a largar o brinquedo, algo que se faz através de uma troca. O objetivo nunca é retirar-lhes algo, mas sim trocar por outra coisa mais interessante, nomeadamente comida ou brinquedos.

É evidente que cada recompensa tem seus aspetos positivos e negativos, mas o importante é utilizar um reforço que agrade bastante o seu cão, para que este ganhe cada vez mais vontade de aprender e valorize também a sua atenção e carinho.

 

2019-04-07T21:26:42+00:00Novembro 7th, 2018|Uncategorized|0 Comments

Leave A Comment